Digital marketing became more sophisticated in the 2000s and the 2010s, when[13][14] the proliferation of devices' capable of accessing digital media led to sudden growth.[15] Statistics produced in 2012 and 2013 showed that digital marketing was still growing.[16][17] With the development of social media in the 2000s, such as LinkedIn, Facebook, YouTube and Twitter, consumers became highly dependent on digital electronics in daily lives. Therefore, they expected a seamless user experience across different channels for searching product's information. The change of customer behavior improved the diversification of marketing technology.[18]

Se você está começando ou já trabalha com marketing de afiliados, é importante entender que existe um conjunto de regras e estratégias que normalmente chamamos de boas práticas. Entender esse mercado é fundamental para ter sucesso trabalhando com ele. Independentemente de você ter sites e blogs ou preferir trabalhar com divulgação de programas de afiliados, entender as boas práticas vai fazer com que você evite erros desnecessários.
Digital marketing's development since the 1990s and 2000s has changed the way brands and businesses use technology for marketing.[2] As digital platforms are increasingly incorporated into marketing plans and everyday life,[3] and as people use digital devices instead of visiting physical shops,[4][5] digital marketing campaigns are becoming more prevalent and efficient.
Existem inúmeras vantagens para você trabalhar com marketing de afiliados, mas a principal é que você não tem de se preocupar em criar um produto para vender na internet. Já alguém criou esse produto e você pode se tornar afiliado desse produto, promovendo-o por meio de links de afiliado e enviando tráfego através desses links para esse mesmo produto. A partir desse momento, sua responsabilidade termina. O produtor, ou dono do produto, passa a ser a pessoa responsável por enviar a mercadoria para o comprador e manter esse cliente satisfeito. Você receberá uma comissão por ter gerado essa venda, mas não é responsável por absolutamente mais nada.
No caso dos afiliados de apostas esportivas, cassinos e poker, por exemplo, eles pagam aos seus afiliados um CPA bem alto, porque a ação é bastante exigente e difícil de converter. Neste caso concreto, o usuário que você indicar para o site, tem de se cadastrar como cliente, e, além disso, tem de efetuar um depósito mínimo, de um valor decidido pela empresa/anunciante, que pode variar entre os R$10,00 e os R$100,00 por exemplo. Sempre que você consegue um jogador que cumpra esses dois passos (registro + depósito), você ganha automaticamente o CPA definido pela empresa/anunciante.
Para trabalhar com marketing de afiliados, existem apenas duas estratégias possíveis: ou você trabalha a divulgação em seus sites e blogs ou você faz a divulgação diretamente em plataformas de anúncios. Não existe outra forma de se trabalhar com afiliação além desses duas. Portanto, o mais importante é você decidir antecipadamente se pretende desenvolver sites e blogs, que vão exigir conteúdo e um bom trabalho de SEO, ou se você pretende partir para a divulgação através de anúncios no Facebook, Google AdWords ou plataformas de native ads.
O mercado de marketing de afiliados é, na verdade, uma oportunidade tremenda para ganhar dinheiro na internet e continuará sendo durante muitos e longos anos. No entanto, e tal como acontece em outros mercados, existem profissionais que fazem as coisas do jeito certo e profissionais que fazem as coisas do jeito errado. Você precisará entender primeiro como tudo isso funciona e quais são as suas possibilidades, de modo a tentar extrair o máximo potencial dos seus projetos. Outra coisa importante é que marketing de afiliados não tem nada a ver com marketing multinível; são dois mercados totalmente diferentes.
×