Marketing de afiliados é uma forma de você gerar rendimento através de um trabalho de partilha, recomendação e promoção de produtos ou serviços de outras pessoas ou empresas. Basicamente, quando você ajuda uma outra empresa a conseguir vender um produto, recebe uma comissão por esse trabalho. Existem várias formas de comissionamento, mas o conceito é semelhante em todas elas, ou seja, você promove algo em troca de uma fatia do valor dessa venda gerada.
A ideia de criar um blog era para mim um "bicho de sete cabeças". Isso dos blog é para os "geeks", cibernautas que não têm mais nada que fazer que estar agarrado a um laptop o dia inteiro - pensava eu. Agora estou aqui entretida de volta desta ferramenta fabulosa do Blogger, deliciada a ver o resultado final desta minha arte cibernáutica, e a querer escrever mais e mais. A internet é de facto um mundo, há de tudo, para tudo, para todos, como a diz a minha mãe: "nem sei o que hei-de pesquisar", como se nada interessasse. Mas de facto, o universo Google é uma fonte poderosa, é preciso é saber tirar o melhor partido da informação, mas quanto ao Google irei desvendar mais "segredos"...
O SEO nada mais é do que a otimização de uma página (ou até do site inteiro) para ser melhor compreendido pelas ferramentas de busca. A conseqüência da utilização das técnicas de SEO é o melhor posicionamento de um site em uma página de resultados de uma busca. Por exemplo, ao pesquisar no Google por “Marketing de Busca”, o primeiro resultado é este site. O SEO é uma prática sem garantias, ou seja, nenhuma empresa ou pessoa pode garantir que seu site fique em primeiro em uma busca, pois o único capaz disto seria o próprio site de busca como o Google ou o Yahoo.
In the 1990s, the term Digital Marketing was first coined,.[10] With the debut of server/client architecture and the popularity of personal computers, the Customer Relationship Management (CRM) applications became a significant part of marketing technology.[citation needed] Fierce competition forced vendors to include more service into their software, for example, marketing, sales and service applications. Marketers were also able to own huge online customer data by eCRM software after the Internet was born. Companies could update the data of customer needs and obtain the priorities of their experience. This led to the first clickable banner ad being going live in 1994, which was the "You Will" campaign by AT&T and over the first four months of it going live, 44% of all people who saw it clicked on the ad.[11]
Cross-platform measurement: The number of marketing channels continues to expand, as measurement practices are growing in complexity. A cross-platform view must be used to unify audience measurement and media planning. Market researchers need to understand how the Omni-channel affects consumer's behaviour, although when advertisements are on a consumer's device this does not get measured. Significant aspects to cross-platform measurement involves de-duplication and understanding that you have reached an incremental level with another platform, rather than delivering more impressions against people that have previously been reached (Whiteside, 2016).[42] An example is ‘ESPN and comScore partnered on Project Blueprint discovering the sports broadcaster achieved a 21% increase in unduplicated daily reach thanks to digital advertising’ (Whiteside, 2016).[42] Television and radio industries are the electronic media, which competes with digital and other technological advertising. Yet television advertising is not directly competing with online digital advertising due to being able to cross platform with digital technology. Radio also gains power through cross platforms, in online streaming content. Television and radio continue to persuade and affect the audience, across multiple platforms (Fill, Hughes, & De Franceso, 2013).[45]
Digital marketing methods such as search engine optimization (SEO), search engine marketing (SEM), content marketing, influencer marketing, content automation, campaign marketing, data-driven marketing,[6] e-commerce marketing, social media marketing, social media optimization, e-mail direct marketing, Display advertising, e–books, and optical disks and games are becoming more common in our advancing technology. In fact, digital marketing now extends to non-Internet channels that provide digital media, such as mobile phones (SMS and MMS), callback, and on-hold mobile ring tones.[7] In essence, this extension to non-Internet channels helps to differentiate digital marketing from online marketing, another catch-all term for the marketing methods mentioned above, which strictly occur online.
O marketing de busca são estratégias para posicionar o(s) site(s) de sua empresa nas primeiras colocações do Google. Há duas maneiras para colocar sua empresa no Google: Através dos Links Patrocinados (AdWords) e da Otimização de Sites (SEO - Search engine optimization). A primeira são técnicas para criar os anúncios pagos do Google e a segunda são técnicas para organizar o conteúdo e estrutura do site de modo que o site seja encontrado de maneira natural pelo cliente/usuário. Por ser um processo natural, não gera custos para os donos das páginas, diferentemente dos links patrocinados. A busca orgânica apresenta resultados que são obtidos pela análise dos sites em função de sua relevância e da palavra-chave[6].
Segunda geração da Web onde o conceito é a Web como plataforma, para uma comunidade e serviços na internet, com realce na colaboração e na partilha de informação. Há mais de 10 anos quando surgiu o e-marketing, os sites eram um género de cartão de visita sofisticado, que algumas empresas “mais na moda”, utilizavam para se apresentar a potenciais clientes na internet. A tecnologia tem permitido a evolução deste conceito até converter os sites iniciais em verdadeiras ferramentas de e-branding: a venda pela internet não é obrigatória; ou até mesmo aconselhável em certas ocasiões, algumas vezes a verdadeira chave para o sucesso é ser capaz de induzir o visitante a comprar através de um diferente canal. Para ajudar a atingir esse objectivo, nada melhor do que, permitir aos utilizadores que conheçam o negócio através de sites interactivos e social media que lhes possibilitem ter um papel activo no desenvolvimento de conteúdos. Existem muitos exemplos, o melhor é olhar para os rankings dos melhores sites do ano por sector para perceber o que melhor se faz nesta área.
O marketing de afiliados tem diferentes ramificações, o que significa que existem afiliados profissionais, sejam eles pessoas ou empresas, trabalhando de formas totalmente diferentes e gerando excelentes resultados. Esse mercado permite a criação de negócios digitais totalmente diferenciados e você deverá optar por aqueles em que se sente mais confortável. Vamos analisar as diferentes abordagens existentes ao marketing de afiliados:
"All of the staff at Internet Marketing Ninjas have done an incredible job helping us with our SEO strategy. We are always particularly delighted to speak with Jim Boykin during our performance reviews since he has incredible SEO knowledge that has helped us put together a winning strategy for our business. The professionalism and thoroughness of the IMN staff is greatly appreciated and we look forward to continuing to work with them moving forward." Bryan M.
No mercado de marketing de afiliados, existem diferentes modelos de comissão, que variam consoante o objetivo de marketing da empresa ou produtor. Ao contrário do que muitas vezes se pensa e fala, existem programas de afiliados não apenas para produtos físicos ou digitais, mas também para ações e contatos. Se o objetivo de marketing de uma empresa for gerar cadastros de potenciais interessados em comprar um produto, por exemplo, essa empresa pode lançar um programa de afiliados que paga um valor fixo para cada cadastro realizado. A empresa não estaria promovendo um produto, mas sim uma ação específica, que no caso seria o usuário preencher o formulário de cadastro.
×